Destaques

Escolas da rede pública estadual iniciam ano letivo segunda-feira (1º)

O ano letivo de 2021 na rede pública estadual do Ceará começa na próxima segunda-feira, 1º de fevereiro, de acordo com a Secretaria da Educação do Estado (Seduc). O governador Camilo Santana confirmou, em dezembro, que a previsão da volta às aulas seria para fevereiro deste ano. Na época, contudo, ele não citou datas para que isso ocorresse.

A volta às aulas pode ocorrer deforma híbrida ou remota, segundo a portaria nº 57/2021. A adoção do modelo híbrido — que oferta aulas remotas e presenciais — dependerá da adesão das escolas. E a decisão sobre a volta às atividades presenciais nas unidades de ensino deverá ser tomada em conjunto com a comunidade e o Comitê Escolar. Ainda ficará garantida, a professores e alunos, a opção de permanência das atividades remotas. No entanto, continuarão de forma remota estudantes e funcionários enquadrados nos grupos de risco da Covid-19.

Volta presencial das aulas

Segundo a Seduc, o retorno presencial ocorrerá gradualmente, por série. A quantidade de alunos em sala deve respeitar o percentual de 35% determinado pelos decretos do Governo do Estado para cada região de saúde e etapa de ensino.

Atividades como Educação de Jovens e Adultos (EJA) e 3ª série do Ensino Médio (inclusive a integrada com ensino profissional) seguem autorizadas ou ampliadas na rede pública estadual.

O cronograma das atividades presenciais será enviado com antecedência aos estudantes por cada escola.

Protocolos de segurança e assistência

As escolas devem seguir os Protocolos Geral e Setorial 18 estabelecidos no Decreto Estadual nº 33.904, de 21 de janeiro deste ano, e as alterações dele. Assim, as salas de aulas serão preparadas diariamente para acolhimento dos estudantes.

Atividades com o uso de Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) seguirão sendo ofertadas aos alunos em atividade remota. Os meios impressos — especialmente os livros didáticos — serão utilizados, bem como a transmissão de videoaulas nas redes de rádio e televisão.

O Governo do Estado acrescentou que foram distribuídos 338 mil chips para alunos da rede estadual. Além disso, haverá entrega de tablets para estudantes que entrarem na 1ª série do ensino médio.

(Diário do Nordeste)

 

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm