Segurança

Polícia localiza imóvel suspeito de ser usado para guarda de material ilícito em Crateús

Maconha, crack, cocaína, lança-perfume, utensílios utilizados no tráfico de entorpecentes, arma de fogo e munições. Todo esse material foi localizado na residência de um casal no último sábado (20), no município de Crateús, na Área Integrada de Segurança 16 (AIS 16). De acordo com informações preliminares, o imóvel seria destinado para a guarda de entorpecentes. Uma composição do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi responsável pelas prisões e apreensões dos ilícitos.

Informações sobre a custódia de drogas e armas foram repassadas para as equipes do Raio por meio de denúncias. Para atestar a veracidade dos dados, os policiais militares se dirigiram até um imóvel, na Rua João Ribeiro Lima Nova, no bairro Fátima I. Chegando ao local, o homem apontado como responsável pelos ilícitos tentou fugir, mas foi alcançado. Dentro da residência também se encontrava a companheira dele, que confirmou que na casa havia drogas.

O casal foi identificado como Gerffesom Siqueira Gomes (25), com passagens por porte ilegal de arma de fogo e posse de drogas, e Samyla Leite de Oliveira (28), sem passagens anteriores. No imóvel onde o casal estava foram encontrados 1,8 quilo de maconha, oito pedras de crack, cinco pedras de cocaína, seis frascos de lança-perfume (loló), balança de precisão, além de um revólver calibre 32, duas munições de mesmo calibre e uma quantia em dinheiro.

Todo o material foi recolhido da casa e levado para realização de flagrante na Delegacia Regional de Crateús da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), para onde o casal também foi conduzido. Após prestarem depoimento, Gerffesom e Samyla foram autuados em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo, tráfico e associação para o tráfico de drogas. A Polícia Civil apura a informação de que a casa teria sido alugada com a finalidade de guardar drogas.

Denúncias

A população pode colaborar com o trabalho ostensivo dos raianos na região de Crateús repassando informações que tenham conhecimento sobre a prática de crimes. As denúncias podem ser feitas para o número (88) 99201-1610, que é o WhatsApp da base do Raio em Crateús, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de texto, áudio, imagem e vídeo. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!