Destaques

Reabertura avança em novo decreto e continuidade depende da adesão de todos aos cuidados e protocolos

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais na noite deste sexta-feira (30), o governador Camilo Santana informou que o novo decreto permitirá novo avanço no processo de flexibilização das atividades econômicas no Ceará, com a liberação parcial do comércio de rua e de shoppings também aos fins de semana. O anúncio foi feito após reunião virtual com o comitê formado por profissionais de Saúde, presidentes do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, e Ministério Público Estadual, Federal e do Trabalho, e a prefeitura de Fortaleza. Na ocasião.do anúncio estava presente o secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto), e o novo decreto passa a valer a partir de segunda-feira (3).

Entre as novas medidas anunciadas estão: igrejas autorizadas para atividades presenciais com 10% da capacidade também no fim de semana; e novos horários para as atividades comerciais detalhadas no texto do decreto no Diário Oficial do Estado, com até 25% da capacidade, em horários diferenciados, aos sábados e domingos: das 10h às 15h ou das 12h às 17h. Dentre elas: comércio de rua (10h às 15h) e shopping (12h às 17h), restaurantes de rua (10h às 15h) e de shopping (12h às 17h), com um toque recolher tanto no sábado quanto domingo, às 19 horas.

Lembrando que o toque de recolher continua diariamente, das 20h às 5 horas na semana, e, as atividades comerciais continuam autorizadas a funcionar com até 25% da capacidade, em horários diferenciados, das 10h às 16h ou das 12h às 18h. Dentre elas: comércio de rua (10h às 16h) e shopping (12h às 18h), restaurantes de rua (10h às 16h) e de shopping (12h às 18h).

O governador detalhou que a continuidade do processo de reabertura depende do comportamento das pessoas, e que todos respeitem as recomendações sanitárias previstas. “Vamos iniciar um processo de reabertura também no final de semana, para que a gente possa continuar avançando e melhorando na reabertura, mas nós vamos depender muito do comportamento das pessoas, que estejam conscientes tanto aqueles do comércio, quanto o público consumidor, que é fundamental respeitar as orientações sanitárias, usar a máscara, evitar aglomeração, respeitar os horários de funcionamento, por isso nós vamos ampliar as fiscalizações para que possamos garantir o nosso objetivo, que é avançar com segurança e responsabilidade, para que cada vez mais os números possam cair e diminuir em relação a pandemia”, projetou Camilo.

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!