Segurança

VÍDEO: Médico é preso depois de invadir casa da ex-companheira e cometer violência doméstica em São Benedito

O Médico Dr. Victor Torres Melo foi preso em flagrante suspeito de cometer crimes no contexto de violência doméstica contra a ex-mulher. O caso aconteceu na noite do último domingo (13), no município de São Benedito. Embriagado e agindo com violência, o médico invadiu a casa da ex-companheira após colocar parte do portão principal da residência abaixo. 

Durante patrulhamento, uma composição foi informada acerca de um homem que estaria tentando arrombar e invadir a casa da ex-mulher. Quando a equipe policial chegou ao local para averiguar a informação, os militares encontraram o médico na porta da casa. Durante a abordagem, ele foi contido pelos PMs, que foram informados pela vítima da existência de uma medida protetiva de urgência contra o suspeito.

O médico foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia Regional de Tianguá, onde foi autuado por violação de domicílio, ameaça, violação à medida protetiva de urgência, todos os crimes praticados no contexto de violência doméstica. A ocorrência foi transferida para a Delegacia Municipal de São Benedito, que mantém as investigações.

No ano passado, o médico havia sido autuado em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime contra a incolumidade pública por descumprir decretos estaduais que estabelecem o isolamento social de combate à pandemia de coronavírus.

“Ele só podia pegar a criança quando ela estivesse com a babá e avisando antes. Nesse domingo, era 21h30min, chegou dizendo que queria pegar a criança”, relata. “A gente explicou que não seria possível e ele começou a chutar o portão, conseguiu quebrar e invadiu casa a dentro. O meu cunhado e os vizinhos seguraram ele até a polícia chegar.”

Outra familiar acrescenta que o médico teria afirmado que faz parte de facção criminosa e que não temia ser preso. Ele teria ainda dito que atearia fogo na pousada e no carro de um familiar, que impediria que exercessem suas profissões em São Benedito e teria ainda ameaçado a família de morte.

A família conta ainda que decidiu relatar toda a situação para que outras mulheres se protejam e não passem por situações parecidas. “A gente também tem medo que ele consiga sair da prisão e faça algo contra a família”, conclui. “Estamos tendo apoio da Procuradoria do município, da Procuradoria Especial da Mulher, de familiares e amigos. Só queremos ter justiça, proteção e paz.”

O médico segue detido pela polícia e à disposição da Justiça pelos crimes de invasão de propriedade, ameaça, violação à medida protetiva e violência doméstica. Segundo a Promotoria de Justiça de São Benedito, a defesa solicitou a soltura do médico e o uso de tornozeleria eletrônica.

Veja vídeo do invasão do local

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!