Regionais

Tamboril: Pianista realiza concerto de projeto ‘Orgulho de Ser Cearense’ no Morro do Feiticeiro


O projeto Orgulho de Ser Cearense, criação do pianista Paulo Rodrigo para divulgar os potenciais turísticos de municípios cearenses, chegou ao município de Tamboril, no Sertão dos Inhamuns. E para quem pensa que o município, de clima semiárido, não tem o que mostrar, se engana. É o que garante Paulo Rodrigo, que fez visitas técnicas e levou uma equipe de profissionais para explorar as belezas do lugar e aprontou o terceiro videoclipe da série do projeto.

“A gente quer mostrar cada cidade, seja ela pequena ou grande, estruturada ou não, poder ajudar de alguma forma a parte turística, mesmo em lugares que as pessoas acham que não tem beleza! Mas eu garanto: todo lugar a gente consegue encontrar uma beleza totalmente diferente da outra”, afirmou o pianista.

O clipe “Tamboril”, com trilha composta especialmente para a cidade, será lançado, na próxima segunda-feira (4/10), durante a festa de aniversário de 167 anos do município. O lançamento será às 20h, num telão montado na praça principal da cidade e, ao mesmo tempo, no canal do pianista Paulo Rodrigo, no YouTube.

“A gente espera levar, como em todas as cidades onde o projeto já passou e vai passar, um legado, deixar um patrimônio, que é uma música pra região e que a gente possa realmente destacar essa cidade para que as pessoas que não conheciam passem a conhecer, tenha curiosidade, vontade de ir lá. E quem já conhecia possa ver a cidade de uma maneira diferente”, destaca.

“O Morro do Feiticeiro é um ícone da cidade e até de Ipu, cidade vizinha. Tudo gira em torno desse ícone, os nomes da FM da cidade, de vários comércios levam o nome de Feiticeiro”, disse.

Paulo Rodrigo não se contentou em ter o “Feiticeiro” com plano de fundo gravação do clipe. Ao contrário, montou uma expedição para escalar o morro e transformou o ícone natural em cenário principal das gravações. Segundo o pianista, foi um desafio e tanto. Foram 2 dias para levar o piano azul que ele toca até o topo, onde fica um cruzeiro. E outros dois dias para desmontar o cenário. Uma verdadeira aventura.

“A ideia de subir nesse lugar foi exaltar esse monumento natural. As imagens que vamos mostrar, ninguém nunca fez. São imagens aéreas, panorâmicas lindíssimas. E eu quero mostrar para as pessoas que eu conversei, que sonham em subir lá um dia, como é a paisagem lá em cima. Eu quero mostrar essa beleza para todo o Ceará, o Brasil e o Mundo. Esse é o verdadeiro propósito do projeto Orgulho de Ser Cearense”.

“O exército já fez algumas operações lá, inclusive colocou um mastro para hastear uma bandeira, mas o acesso é muito ruim. A gente teve que ir com 3 pessoas do Corpo de Bombeiros abrindo trilha com facão. É muito difícil! Mas quando você chega lá, você fica paralisado com a beleza, com aquela altitude e uma vista panorâmica 360⁰. O clima também é diferente. Apesar de estarmos no sertão, por causa da altitude, as pedras ficam frias e o clima é maravilhoso”, revelou o pianista.

“O Morro do Feiticeiro eu garanto que ninguém nunca viu da maneira que a gente vai mostrar. Mas o que eu pretendo mesmo, acima de tudo, é que, assim como em Baturité, que a gente foi nas ruínas da Caridade e que hoje é uma realidade turística depois do clipe, com as pessoas visitando, inclusive a prefeitura já anunciou o projeto de construção de um teleférico para chegar até lá. Então, a gente quer que isso aconteça em Tamboril, especialmente no Morro do Feiticeiro, para que em alguns meses, um ano no máximo, a gente possa voltar e ver que pessoas estão conseguindo visitar um local desse incrível, que não tinha movimentação por causa do acesso”, espera o pianista.

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!