Segurança

Jovem escapa da morte após agressões do ex-companheiro em Boa Viagem

A crescente onda de violência contra a mulher, tem sido cada vez mais manchete dos meios de comunicação. A mais recente vítima do machismo brutal, denunciou em suas redes sociais como sobreviveu as agressões de seu companheiro. Kauanne Vieira, de Boa Viagem, fez relatos em seu perfil no Instagram contra o seu namorado. A fala dela está gerando uma onda de revolta e indignação entre moradores, depois que ela divulgou imagens onde aparece com hematomas por várias partes do corpo, após alegar ter sido vítima de um espancamento. Kauane afirma que o autor dos ferimentos foi o agora ex-companheiro em uma crise de ciúmes.

Kauanne Vieira divulgou as imagens em suas redes sociais na noite da última sexta-feira (1º). Nelas, ela surge com hematomas nos olhos, e conta que até a última sexta estava sem enxergar. No relato a jovem acusa o ex-namorado Pedro Henrique Lopes Rodrigues, que teria trancado a vítima na manhã de sexta-feira em um depósito de bebidas, onde passou a espanca-la. “Não morri porque não meu dia”, afirmou.

“Às cinco da manhã ele me trancou em seu depósito de bebidas, e me espancou, me mordeu, me chutou, me enforcou e também jogou uma lata de redbul cheia em meu olho que além de cortar e pegar ponto eu estou até agora sem enxergar.”. Para Kauanne ela sobreviveu por um milagre. “Senti que Deus colocou a mão e me deu mais uma chance de vida”, detalha.

Ela é técnica em administração e possui mais de 10 mil seguidores no seu perfil no instagram, e desde a noite da última sexta quando resolveu contar detalhes de seu caso, ela viu o número se seguidores crescer ainda mais. Usuários se revoltaram com as imagens e passaram a gerar uma corrente de apoio e solidariedade através da hastag #JustiçaParaKauanne.

Depois partiu para a agressão física”, relatou no seu instagram. Kauanne ainda detalhou que chegou a pensar que era ela a culpada. “Por dois anos eu acreditei que era a errada por tudo que passei. Só depois fui perceber que meu erro foi dar a primeira chance”, afirmou.

O namoro, segundo ela conta, terminou em fevereiro deste ano, quando ela já tinha denunciado Pedro Henrique por uma tentativa de agressão no meio da rua, e passou a ser amparada por uma medida protetiva. A medida não foi o suficiente, e na sexta Kauanne sofreu as agressões. “Ele está solto e foragido, quem tiver notícias do paradeiro por favor denuncie”, apelou ela.

(Com informações da Revista Central)

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

VACINAÇÃO SALVA

error: Conteúdo Protegido !!