Destaques

Beneficiários do Bolsa Família que conseguirem emprego formal não serão excluídos automaticamente do CadÚnico

Os beneficiários do Bolsa Família que conseguirem emprego formal e obtiver uma renda superior ao limite para permanência no programa não serão excluídos automaticamente do Cadastro Único (CadÚnico). Esses beneficiários vão permanecer por dois anos, recebendo 50% do valor do recurso.

A mudança foi anunciada pelo Ministério da Cidadania e tem como objetivo incentivar a inserção produtiva das famílias beneficiárias do Bolsa Família. O governo federal acredita que a medida vai ajudar a combater a pobreza e a vulnerabilidade social.

Para ter acesso à nova regra, os beneficiários do Bolsa Família que conseguirem emprego formal precisam atualizar o seu cadastro no CadÚnico. 

A nova regra vai entrar em vigor a partir de agosto de 2023. Os beneficiários que conseguirem emprego formal a partir dessa data vão poder permanecer no Bolsa Família por dois anos, recebendo 50% do valor do recurso.

A mudança é uma medida positiva, pois vai ajudar a combater a pobreza e a vulnerabilidade social. O governo federal está certo em incentivar a inserção produtiva das famílias beneficiárias do Bolsa Família.

Compartilhe!

APP FEITICEIRO FM

PÚBLICIDADE INSTITUCIONAL

Feiticeiro Fm