Regionais

Falta de energia há vários dias em comunidades de Tamboril gera indignação e prejuízos a população

A saga da Enel contra o povo cearense se escreve mais um capítulo em Tamboril. Desde o último domingo (18/02), comunidades como Barra da Oiticica, Nova Holanda, São Mateus e Trapia estão às escuras, sem energia elétrica. A empresa, responsável pelo fornecimento no estado, ignora as constantes solicitações da população, que acumula prejuízos e vive em meio ao descaso.

“A situação é revoltante”, desabafa Luza Madeiro, moradora da Barra da Oiticica. “Desde domingo estamos sem energia. Já ligamos várias vezes para a Enel, mas ninguém resolve o problema. Perdemos alimentos, carnes, e o pior, estamos sem água, pois a bomba depende da energia para funcionar.”

O cenário se repete em outras comunidades. Em Nova Holanda, comerciantes amargam prejuízos com a falta de refrigeração dos produtos. “A gente trabalha duro para vender e agora tudo está se estragando por causa da Enel”, relata José Francisco, dono de um pequeno mercado.

A falta de resposta da Enel aumenta a indignação da população. “É um descaso total com o povo”, afirma Raimundo Silva, morador de São Mateus. “A gente paga a conta em dia e não tem o serviço prestado. Já estamos há três dias sem energia e a Enel não dá nenhuma satisfação.”

A falta de energia no interior do Ceará é um problema crônico que se arrasta há anos. A Enel, alvo frequente de reclamações, parece ignorar as necessidades da população. A situação em Tamboril é apenas um reflexo da ineficiência da empresa e da negligência com que trata seus clientes.

Até quando?

Até quando o povo cearense terá que suportar o descaso da Enel? É urgente que as autoridades tomem medidas para garantir o fornecimento de energia de qualidade e o respeito aos direitos dos consumidores. A Enel precisa ser responsabilizada por seus atos e responder pelos prejuízos causados à população.

Compartilhe!

APP FEITICEIRO FM

PÚBLICIDADE INSTITUCIONAL

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!