Destaques

Chuvas no Ceará: sete açudes sangram e 10 reservatórios estão acima de 90%, aponta Cogerh

As chuvas que castigaram o Ceará no início do ano trouxeram um alento para a população: sete açudes estão sangrando, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Além disso, 10 reservatórios estão com volume acima de 90%, o que representa um cenário positivo para o abastecimento do estado.

A boa notícia vem dos últimos cinco dias, quando cinco açudes sangraram: Acaraú Mirim (Massapê), Forquilha (Forquilha), Patos (Sobral), Santa Maria de Aracatiaçu (Sobral) e Santo Antônio de Aracatiaçu (Sobral). Completam a lista dos que sangram o São Pedro Timbaúba (Miraíma) e o Germinal (Pacoti).

Seis dos sete açudes que sangram estão localizados na Região Norte, que foi a mais castigada pela seca nos últimos anos. O único reservatório fora dessa região é o Germinal, no Maciço de Baturité.

Apesar da boa notícia dos açudes sangrando, os três maiores reservatórios do Ceará ainda estão com volumes abaixo da metade da capacidade. O Castanhão, maior açude do país, está com 25%, o Orós, segundo maior do estado, com 50%, e o Banabuiú com 37%.

A Cogerh ainda não divulgou a previsão de chuvas para o restante do ano, mas as sangrias dos açudes e os volumes acima de 90% em 10 reservatórios são um bom sinal para o abastecimento do Ceará.

Mesmo com a melhora da situação, especialistas alertam para a necessidade de uso consciente da água. A população deve evitar o desperdício e adotar medidas para reduzir o consumo, como tomar banhos mais curtos, fechar a torneira ao escovar os dentes e reutilizar a água da chuva.

Compartilhe!

APP FEITICEIRO FM

PÚBLICIDADE INSTITUCIONAL

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!