Destaques

Alece aprova projeto que amplia carga horária dos médicos servidores estaduais


Nesta quarta-feira (3), a Assembleia Legislativa do Ceará (Alece) aprovou um projeto de lei que dobra a jornada de trabalho dos médicos servidores estaduais, elevando a carga horária de 20 para 40 horas semanais. A proposta, enviada pelo governador Elmano de Freitas (PT), busca flexibilizar a carga horária de acordo com a demanda, permitindo tanto aumentos temporários quanto permanentes.

De acordo com o texto aprovado, qualquer mudança na carga horária precisará da aprovação prévia do Conselho de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal (Cogerf) do Estado. A medida é voltada para situações de necessidade excepcional, como a falta de pessoal.

A nova legislação também abrange médicos especialistas e aqueles com lotação específica. Os custos associados ao aumento da jornada de trabalho serão cobertos pelo orçamento da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

O governador Elmano de Freitas justificou a proposta destacando a necessidade dinâmica do setor de Saúde Pública, que exige respostas rápidas do Poder Público para garantir o atendimento adequado à população. “As necessidades desse setor são dinâmicas e exigem a pronta atuação do Poder Público no atendimento do cidadão. Pensando nisso, objetiva-se, com este Projeto de Lei, autorizar a Sesa a, nos casos de necessidade excepcional do serviço, a exemplo da carência de pessoal, proceder, após aprovação do Conselho de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal — Cogerf, à ampliação da carga horária de servidores médicos que prestem serviço assistencial em unidades públicas de saúde estaduais”, explicou o governador no texto do projeto.

Com a aprovação da lei, espera-se que a medida contribua para uma melhoria significativa na capacidade de atendimento dos serviços de saúde estaduais, especialmente em momentos de maior demanda por profissionais médicos.

Compartilhe!

APP FEITICEIRO FM

PÚBLICIDADE INSTITUCIONAL

Feiticeiro Fm