Policial

TSE concede direito de resposta ao PT na Veja

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu, nesta quinta-feira (25), direito de resposta ao PT na revista Veja em razão de reportagem que afirmou que a legenda pagou para impedir a divulgação de escândalo.

O advogado do PT, Alexandre Severo, afirmou que a reportagem ofendeu o PT e prejudicou a sigla no processo eleitoral.

O material, publicado de forma irresponsável na edição de 17 de setembro, afirma que Emivaldo Quadrado, ex-sócio da corretora Bônus Bansval, chantageou o PT para não revelar uma operação que teria desviado, segundo a revista R$ 6 milhões da Petrobras, em 2004.

A revista afirmou que  dinheiro que foi desviado da estatal para subornar  um empresário que ameaçava envolver os nomes ligados ao partido.

Imunda – O relator do processo, ministro Admar Gonzaga, afirmou que a reportagem traz “ofensa infundada” contra o PT.

“A matéria não informa a origem dos dólares que afirmou terem sido usados para silenciar Enivaldo Quadrado”, afirma.

“Percebe-se que a representada (Veja) não trouxe elementos confirmadores das informações trazidas. Trata-se de ofensa infundada”, afirmou.

O voto foi acompanhado pelos outros seis ministros da Corte.

Agora, Veja será obrigada a publicar resposta do PT, de página inteira, em sua próxima edição após ser intimada.

“O texto será escrito em caixa alta, numa página inteira, localizada logo após a metade do caderno, onde foi publicada a fotografia do leque de dólares”, decidiu a Corte.

“A editora deverá juntar aos autos comprovação do cumprimento dessa decisão”, disse o relator em seu voto.

(com informações das agências)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm