Regionais

Indio é condenado a 15 anos de prisão em Tauá

O índio Araribu Mirim, foi condenado a 15 anos de prisão em regime fechado, em Sessão do Tribunal do Júri Popular de Tauá, realizada nesta quarta-feira (29), na Sala do Júri do Fórum Dr. Fábio Augusto Moreira de Aguiar. O julgamento foi à revelia, pois o réu não foi localizado.

Araribu Mirim, foi condenado cumprir pena de reclusão pelo homicídio praticado contra o aposentado Manuel de Souza Mota, que na época do crime tinha 72 anos de idade. O fato aconteceu na madrugada do dia 26 de agosto de 2005, na Rua Neném Borges, nesta cidade.

Segundo o inquérito que apurou o crime, naquela madrugada, populares acionaram a Polícia Militar informando que na citada rua havia um homem morto com um corte no pescoço. Uma patrulha composta pelos militares, Sargento Dionísio e Soldado Edivaldo, foi ao local e se deparou com o corpo da vítima no meio da rua e já sem vida.

As diligências passaram a ser realizadas imediatamente na tentativa de identificar o autor do crime, foi quando os policiais perceberam que havia um rastro de sangue saindo do local onde se encontrava o corpo do ancião, chegando até a calçada da casa onde residia o indígena. Ao averiguar a residência, os policiais localizaram uma calça e um par de sapatos manchados de sangue. Também no interior do imóvel, a Polícia localizou a arma usada no crime, uma faca. O índio foi preso em flagrante e depois de passar alguns meses na cadeia, teve a prisão relaxada e passou a aguardar o julgamento em liberdade.

Para o Delegado que presidiu o inquérito, não restou nenhuma dúvida de que Araribu, realmente cometeu o homicídio, e foi nesses termos que o Promotor de Justiça Dr. Haroldo se manifestou durante os debates na Sessão de julgamento.

O Júri foi presidido pela Juíza Dra. Giselli, e a defesa do Réu foi feita pelo Advogado Hepaminondas Feitosa Sobrinho. O auditório estava completamente vazio, pois não havia ninguém na platéia prestigiando o julgamento

(Redação do Blog – Repórter: Lindon Johnson)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm