Segurança

Tamboril: homem é preso por furto três horas depois de ser colocado em liberdade durante audiência.

Tudo começou quando uma estudante de 15 anos teve seu aparelho de celular furtado, quando estava acompanhada de uma amiga na Praça Matriz, na sede de Tamboril. Ela e amiga perguntaram a populares que estavam no local sobre o aparelho e foram informadas de que dois suspeitos foram vistos no local onde as duas adolescentes estavam. Com a ajuda de populares, a dupla foi vista seguindo com destino ao Bairro São Cristóvão.

Minutos depois, segundo as vítimas, a dupla suspeita voltava pelo mesmo local. As duas adolescentes resolveram questionar aos dois sobre o aparelho que havia desaparecido e ouviram dos dois rapazes que eles não sabiam de nada e nem tinham visto nenhum aparelho quando passaram por aquele local. Mesmo diante da negativa, uma das adolescentes visualizou o celular furtado no bolso de um dos acusados. Os dois rapazes saíram do local e a polícia foi acionada.

A composição formada pelo sargentos Glaubio e os soldados Cheila, Jonas e Machado foram informados do caso e saíram em diligências. Imediatamente conseguiram abordar os dois suspeitos, que passaram por uma revista pessoal como nada foi encontrado com os dois, os PMs questionaram sobre o furto do aparelho, os dois negaram mas se esqueceram de combinar a negativa e a versão dos dois acusados não bateram. Eles acabaram confessando a autoria de furto e foram presos.

O que chama atenção da polícia é que um dos homens presos é Antonio Michael Alves Araújo de Sousa, 26 anos, mais conhecido como “Piu”. Ele estava preso desde o mês passado acusado de agredir a sua companheira e havia sido colocado em liberdade por volta das 14h durante uma audiência de custódia. Menos de três horas depois, ele voltou a ser preso pelo furto do aparelho celular. O outro acusado preso foi José Leonio da Luz Ambrósio, 22 anos. Ele já responde por furto e é cunhado de Antonio Michael. Eles estavam na casa de Antônia Leonaria da Luz Costa, 26 anos, esposa de “Piu”.

Segundo a PM, eles haviam escondido o aparelho celular dentro do matagal próximo ao Campo São Cristóvão. O aparelho foi recuperado e os dois foram levados para delegacia de polícia civil, juntamente a Leonaria que dava cobertura aos acusados. Eles autuados em flagrante na delegacia e os procedimentos foram adotados.

 

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!