Regionais

Crateús: Promotora de Justiça participa de audiência virtual para avaliar acolhimento de crianças

A 3ª Promotoria de Justiça de Crateús participou nesta quinta-feira (16/04) de audiências por videoconferência com o objetivo de reavaliar a situação de 13 crianças e adolescentes que estão em acolhimento institucional na cidade de Crateús.

Segundo a promotora de Justiça Milvânia Britto, a iniciativa visa cumprir o Provimento nº 32/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e, “acima de tudo, buscar uma definição para solucionar a vida desses acolhidos que tem pressa e não podem esperar a pandemia da COVID-19 passar para serem realocados no seio de sua família natural ou substituta”, explica.

Assim, foram realizadas audiências concentradas de treze processos, do total de 13 crianças acolhidas, e após a reavaliação, três foram colocadas em famílias substitutas, pretendentes do Cadastro Nacional de Adoção, e em outros casos com a família extensa com vínculo afetivo restaurado.

“Apesar da medida de isolamento social, os protagonistas da rede da infância e juventude, Judiciário e Ministério Público, precisam buscar ferramentas digitais para que essas crianças e adolescentes não sejam esquecidos nos abrigos, pois a reinserção familiar, seja em família natural ou substitua, é urgente, e não podemos esperar a pandemia passar para buscar soluções”, finaliza representante do MPCE em Crateús.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm