Segurança

Foragida é capturada pela Polícia Civil em Crateús

Uma ação do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas da Polícia Civil, resultou no cumprimento do mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas em desfavor de uma mulher. Ela foi capturada nessa quarta-feira (10) em uma fazenda na zona rural de Crateús – Área Integrada de Segurança 16 (AIS 16) do Estado. a acusada estava foragida desde outubro de 2019 por crimes cometidos em Juazeiro do Norte (AIS 19).

Após investigações, os policiais localizaram Mauricélia Correia Oliveira Paixão (31), com antecedentes criminais por tráfico de drogas, em Crateús. Ela é investigada pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico na região do Cariri. Um carro e um celular foram apreendidos na ação policial.

A mulher é suspeita, juntamente com sua mãe Vera Lúcia Gama Correia (55) e outros familiares, de tráfico de drogas por manter um depósito com mais de quatro quilos de drogas – cocaína e crack –, além de documentos falsos e apetrechos para o tráfico no Bairro Timbaúbas, em Juazeiro do Norte. 

Histórico de Crimes

No ano de 2013, ela foi denunciada perante a Comarca de Barbalha, juntamente com seu esposo José Elias da Paixão (45), vulgo “Elias Paixão ou José Wilson”, e outras pessoas, em decorrência da apreensão de um quilo de pasta base de cocaína e 600 gramas de crack no bairro Centro de Barbalha. A investigação demonstrou que Mauricélia e seu esposo eram os responsáveis pelos entorpecentes. Em 2014, ela foi presa pela Polícia Federal na cidade de Crateús, juntamente com sua mãe e Raimundo Afonso da Silva (57), vulgo “Léo Pará”, também por envolvimento com o tráfico.

Ainda quando estava foragida, outra apreensão foi realizada em dezembro de 2019. Na ocasião, um quilo e quatrocentos gramas de cocaína foram foram apreendidos no bairro Timbaúbas. As Investigações apontaram que Mauricélia era responsável pelos entorpecentes e utilizava uma terceira pessoa para distribuição dos ilícitos, já que estava foragida.

Denúncias

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número (88) 99861 6987, que é o WhatsApp do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) do Cariri, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de áudio, de texto ou vídeo. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm