Segurança

Detentos são transferidos e cadeia pública de Crateús será desativada

Mais uma cadeia pública está em processo de desativação no Ceará. A unidade prisional de Crateús, que funciona inclusive na parte interna do 7º Batalhão de Polícia Militar, registrou na tarde desta quinta-feira (17), a transferência de quase todos os detentos. Com capacidade para 60 presos e abrigando 250, a unidade não oferece condições de estrutura para continuar em funcionamento e devido a isso será fechada.

Seguindo determinação do Secretário de Administração Penitenciaria, Mauro Albuquerque, os detentos foram levados transferidos para Fortaleza, onde passarão por uma triagem e serão distribuídos em presídios da capital. Ficaram na unidade, apenas três detentos que trabalham na cozinha, que serão transferidos para o presidio da cidade de Novo Oriente e as detentas da unidade que posteriormente também serão transferidas para capital.

Dezenas de agentes penitenciários, policiais militares foram acionadas para dar segurança a transferência dos detentos que foram levados em três ônibus e várias vans. Segundo informações os detentos saíram apenas com a roupa do corpo, motivo pelo qual alguns familiares que acompanhavam o processo de embarque protestaram.

A ação foi comemorada por policiais do Sétimo Batalhão. A cadeia de Crateús, devido a super lotação, mobilizava também vários PMs, já que funciona na parte interna do mesmo prédio onde fica localizado as instalações do batalhão. Policiais eram constantemente acionados para conter tentativas de fugas, rebeliões e por dezenas de vezes apreendeu objetos como celulares e drogas com destino aos presos.

Em todo o estado, 67 cadeias serão fechadas.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!